Tagged: brasil Toggle Comment Threads | Atalhos de teclado

  • fabs balvedi 09:19 on 20 May, 2009 Permalink |
    Tags: bambu, , brasil   

    Bambucicleta! 

    Bicicletas feitas com Bambu? Sim, e são invenção de um brasileiro! 🙂

    Flavio Deslanes desenvolveu-as através de seu projeto de conclusão do curso de Desenho Industrial, na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. E depois passou a fabrica-las e vende-las na Dinamarca, mais especificamente, Christiania. Hoje ele não está mais fazendo bikes, mas a idéia espalhou-se e já tem pessoas no mundo inteiro fazendo e usando este tipo de magrela.

    Um bom exemplo é o esloveno Brano Meres e sua BME:

    Outro bom exemplo é a Verdini.

    Foi através desse modelo que fiquei sabendo da existência desses tipos de bicicleta. Porém, os sentimentos foram conflitantes. Ao mesmo tempo que fiquei feliz por tomar consciência de que até outra bicicleta é possível, fiquei triste porque a foto acima é deu uma bike roubada… 😦

    Em tempo: para quem tem dúvidas sobre a resistência do bambu, saibam que o único edifício que sobreviveu a um terremoto em 1992, na Costa Rica, foi feito com base neste vegetal. 😉

     
  • goura 20:45 on 28 September, 2008 Permalink |
    Tags: Antonio Miranda, , brasil,   

    Palestra com Antonio Miranda sobre como anda a questão da bicicleta no Brasil – HOJE! 

    Pra quem quiser refletir mais seriamente sobre a situação da bicicleta e as ações da bicicletada apareça no Anfi 100 da reitoria da UFPR às 19hs desta segunda (29/09). Este é o fechamento do Mês da Bicicleta, Mês Sem Carro, Arte Bicicleta Mobilidade. O Miranda é uma grande autoridade do assunto. Assessor do Ministério das Cidades, ele viaja pelo Brasil e é um dos responsáveis por muita coisa que anda acontecendo por aí. Apareçam!

    Todo setembro, daqui pra frente, Curitiba será palco de atividades que sirvam de estímulo à cultura da bicicleta e de crítica da cultura do automóvel. Nossas ações continuam no dia-a-dia.

     
  • bicicletadactba 17:23 on 13 August, 2008 Permalink |
    Tags: brasil, , indústria automobilística   

    Vamos comemorar? 

     

     

     

    “O Brasil teve na semana passada uma ótima notícia: ganhou uma posição no ranking de produção mundial de veículos e é sexto colocado, ultrapassando a França (vingança pelas derrotas nas Copas do Mundo de 1998 e 2006?).

    De janeiro a julho, nossa indústria produziu 2 milhões de veículos. Os números nos colocam apenas 800 mil unidades atrás do quinto colocado, Coréia do Sul, e 1,3 milhão em desvantagem ante a Alemanha, quarta. 

    (…)

    Quanto às posições de Japão, China e EUA, elas parecem fazer parte de um outro universo (são, na ordem, primeiro, segundo e terceiro colocados). Possivelmente, esse também era o pensamento do tenista Rafael Nadal em 2004, quando observava os pontos de Roger Federer no ranking do esporte (na segunda-feira que vem, o espanhol assumirá a primeira posição nessa lista). E do nadador americano Michael Phelps há alguns anos. Em Pequim, ele pode superar o recorde olímpico registrado por Mark Spitz em 1982 (oito medalhas de ouro).

    As comparações são otimistas demais, admito. Mas o que seria do espírito competitivo sem a motivação e a esperança? Estou na torcida pelo Brasil no ranking mundial de produção de carros. E também no quadro de medalhas dos Jogos de Pequim.”

     

    Reparem no uso descarado da linguagem do mundo dos esportes, comparando a  sanha desmedida, assassina, poluidora e insustentável da indústria automobilística com o sadio espírito de competição olímpico.

    A indústria automobilística brasileira tem muito o que comemorar. Alimenta um sistema que mata 4 pessoas por dia em acidentes e mais 8 por doenças respiratórias. Em São Paulo, a cidade que não pára , os engarrafamentos voltaram a passar dos 200 km na semana passada (devidamente atribuídos a São Pedro).

     

    No ritmo atual, tudo indica que, com garra e muita dedicação, a indústria automobilística, associada às políticas de planejamento urbano voltadas exclusivamente ao carro particular e contando com o apoio total do povo brasileiro, conseguirão superar essas marcas em pouco tempo. Parabéns.

     

    Espírito Competitivo (Jornal do Carro)

     
    • Nathalia 17:57 on 13 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      pra frente brasil, rumo ao apocalipse motorizado.
      É no minimo rídiculo o grau de importância que o carro assume, como uma coisa boa que dá status pessoal e nacional também.
      Sempre penso nisso quando vejo aquelas classicas noticias a nivel de jornal nacional comemorando o aumento na venda de carros… e logo depois alguma noticia triste por algum acidente ou uma revoltada por causa do tamanho dos engarrafamentos.

    • Peters 18:16 on 13 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Tirando os EUA, os demais produtores não destruíram a mobilidade por bicicleta, ao contrário, apresentam alta participação desse modal.
      Apesar de todo o nosso esforço para transformar a bicicleta em brinquedo e equipamento esportivo nos grandes centros urbanos, a bicicleta ainda resiste e vai ser útil por muito tempo!

      [Peters, mesmo nos EUA há cidades como Portland e Berkeley, referências mundiais em apoio e infraestrutura à bicicleta.]

    • Peters 21:01 on 13 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      “Já os jovens Junya Miyashita e Takuma Chokyu, também de 16 anos, destacaram o modo como os estudantes brasileiros vão para a escola. “Aqui, os pais levam seus filhos para o colégio ou os estudantes pegam ônibus para chegar à escola. Em Himeji, vamos sozinhos, de bicicleta. Notamos que, no Brasil, também se utiliza pouco a bicicleta em comparação com o Japão.”
      http://www.parana-online.com.br/editoria/almanaque/news/317353/

      É um outro Universo mesmo.
      A pessoa que compra carro lá tem que provar dispor de espaço para guardá-lo. Mesmo sendo dado como o maior produtor, lá eles usam bicicleta independentemente da escala social.
      Portland e Berkeley são exceções … Nova Iorque tenta achar o caminho.

      Já nós temos muito mais ciclistas do que usuários de carro, mas somos invisíveis…

      E conseguimos a proeza de remover uma ciclovia de um projeto de revitalização de avenida de uma capital brasileira (Floripa):
      http://www.folhadecoqueiros.com.br/geral.html#projeto?utm_source=Zartana&utm_medium=emailmarketing&utm_campaign=Dia+dos+Pais&utm_content=Pr%F3-Coqueiros+procoqueiros@ig.com.br

    • empreendedorargh 00:11 on 14 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Jisus! quanto ódio!

      me esclarece uma coisa: afinal, você é contra a produção de carros ou a produção de poluição pelos automóveis? são duas coisas bem diferentes…

      [Os automóveis (e qualquer coisa que venha deles) é que são contra os seres humanos, a cidade, a convivência, a mobilidade e a vida. Obrigado pelo comentário.]

    • Antonio 02:29 on 14 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Mudando rapidinho de assunto e falando sobre olímpiadas, já notaram a cara de pau dos jornais na tv nos últimos dias? (ou será que foi sempre :D) Exemplo do por que digo isso: “Conflito na Georgia, já são trocentos mortos, trocentos elevados a enésima potência de desabrigados e só desgraça, mas (carinha feliz do(a) apresentador(a)) o fenomeno maicou félps conquista mais umas medalhas e bla bla bla… só resta rir.

    • Peters 06:37 on 14 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Posso ter me enganado, pois o problema na Ásia não é tão tranquilo quanto possa parecer para nós:
      http://www.ibike.org/economics/asia-bicycle-decline.htm

    • empreendedorargh 11:43 on 14 Agosto, 2008 Permalink | Inicie a sessão para responder

      “Os automóveis (e qualquer coisa que venha deles) é que são contra os seres humanos, a cidade, a convivência, a mobilidade e a vida.”

      Ah! agora entendi. mas você tá se confundindo…esses não são os carros, são os Decepticons.

      [Não sei o que são Decepticons, mas definitivamente, eu estava me referindo aos carros, sim senhor. Todos eles.]

  • bicicletadactba 15:31 on 3 June, 2008 Permalink |
    Tags: brasil, cana-de-açucar, , lula, meio-ambiente   

    Nunca serão! 

    Charge encontrada aqui.

     

    Vale lembrar: carros nunca serão ecológicos. É uma contradição em termos.

    Mas noçoguia já prometeu: vai dar um carro para cada brasileiro.

     
c
Compose new post
j
Next post/Next comment
k
Previous post/Previous comment
r
Responder
e
Editar
o
Show/Hide comments
t
Go to top
l
Go to login
h
Show/Hide help
shift + esc
Cancelar
%d bloggers like this: