MÊS DA BICICLETA AGORA É OFICIAL NO ESTADO

 

 

 
 
 

Alexandre Costa Nascimento/Ir e Vir de Bike
Alexandre Costa Nascimento/Ir e Vir de Bike / Paraciclo em frente a Alep: bicicletas e mobilidade no debate publico do estado do ParanáParaciclo em frente a Alep: bicicletas e mobilidade no debate publico do estado do Paraná

 

AAssembleia Legislativa do Paraná aprovou nessa terça-feira (30), em primeira votação, o Projeto de Leinº 316/12 que institui Setembro como o Mês da Bicicleta no estado.

A iniciativa é do deputado Rasca Rodrigues (PV), membro daFrente Parlamentar da Mobilidade Urbana Sustentável, e prevê a inclusão da data no calendário oficial de eventos do estado.

O objetivo da Lei é mobilizar a sociedade, poder público, iniciativa privada, comunidade acadêmica e outros segmentos organizados em ações e campanhas que esclareçam e incentivem o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente e sustentável.

Com isso, órgãos dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, rede pública de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio além de Universidades Estaduais e autarquias ficam encarregados de realizar ações educativas e estímulo ao uso desse meio de transporte.

A data já é comemorada desde 2007 em Curitiba, com a realização do festivalArteBiciMob, que inclui atividades regulares ao longo de todo o mês como debates, bicicletadas, poesias, festival de cinema, música, exposições de artes visuais, oficinas, aulas para ciclistas iniciantes, oficinas de mecânica, entre outros.

O cicloativista José Carlos Belotto, coordenador do Programa CicloVida da UFPR e um dos propositores da lei, avalia que tanto a lei quanto a criação da Frente de Mobilidade Urbana Sustentável representam a possibilidade de disseminação da cultura da bicicleta no Paraná.

Tramitação

O projeto recebeu parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná. A proposta será votada em segundo turno no Plenário e, se aprovada, segue para sanção do governador Beto Richa (PSDB).

Comentário

A criação da data por força de lei pode parecer apenas oportunismo político. Afinal, a data já é celebrada sem que uma lei determine que assim seja, certo?

Certo. Um olhar mais analítico, porém, pode ajudar a perceber nessa iniciativa uma demonstração da acumulação de força política do movimento cicloativista paranaense.

Todas as sociedades que experimentaram uma transformação urbanística em favor das bicicletas passaram por um processo comum, que começou com a pressão dos ciclistas nas ruas e culminou na incorporação das demandas pelo poder público.

A eventual aprovação do projeto e oficialização do Mês da Bicicleta no Paraná tem caráter meramente simbólico. Mas revela sua importância ao levar a voz das ruas e das Bicicletadas ao parlamento estadual.

Em uma democracia representativa, é legítimo que grupos de pressão utilizem os canais institucionais para promover os avanços que defendem.

É pedalando, ocupando as ruas, pautando o debate público e a agenda política que vamos conquistando as transformações que sonhamos para as nossas cidades, estado e país.

—————————


http://www.gazetadopovo.com.br/blog/irevirdebike/?id=1313393&tit=assembleia-legislativa-vota-lei-que-institui-o

Anúncios

2 comentários sobre “MÊS DA BICICLETA AGORA É OFICIAL NO ESTADO

  1. Daniele Henning disse:

    Que maravilha de notícia! Eu, artista que usa o tema das bicicletas, adorei, parabéns a todos que efetivamente contribuiram para este ganho para a cidade e para o mundo.

    Curtir

  2. Anderson Fuchs disse:

    Amigos como voces querem que as pessoas usem sua bicicleta se foi tirado das praças e parques os bicicletarios de chão , onde encaichavamos uma roda da bicicleta e prendiamos com cadeado , e nem todos os supermercados e Shopping tem um lugar reservado para bike, sou ciclista e uso minha bicicleta todos os dias para trabalhar e sei a dificuldade que tenho em estaciona-la , quando tenho que ir ao centro vou de onibus , não gosto de prender minha bicicleta em placas ou postes em cima da calçada, acho isto um desrrespeito com o pedestre e com patrimonio publico.
    Criem uma lei para destinar vagas para bicicletas que muitas pessoas vão usar suas bikes, Tem vaga para idoso , deficiente , caraga e descarga, taxi, carro, ambulancia , moto menos para bicicleta.
    Pensem bem nesta questão antes de fazerem agito , imaginem se todas as pessoas resolverem usar as bike , vai faltar poste e placa na cidade.
    Desculpa pelo que escrevo mas e’ a realidade atual.

    Att,

    Anderson

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s