Atores nus dizem que “foram usados”!

“>

Simplesmente ridículo.
A Bicicletada não tem chefe, não tem líder. Todo mundo pode se expressar como bem quiser, dentro dos parâmetros da não-violência e do espírito de celebração. Não importa o que você queira ou não fazer. Quer tirar a roupa, tire. Quer gritar, grite. Quer cantar, cante. Agora, se o teu problema é reconhecimento, se você quer aplausos procure um palco, faça o teu espetáculo, espetacularize a sua cena, crie uma platéia passiva que vai te dar o que você está procurando.

A Bicicletada não está preocupada com a bunda de ninguém. Queremos ciclofaixas, respeito aos ciclistas e uma cultura de estímulo à bicicleta. Atores carentes, que precisam do seu nome na mídia, que se utilizem de outras alternativas, que não chamem de arte ou protesto o que é pura vaidade.

Por todo o mundo as massas críticas reúnem pessoas diferentes e esta diversidade é justamente o que há de mais rico e saudável. Parabéns aos ‘grandes artistas’ que conseguiram colocar o nome no jornal. Patentearam a nudez e não foram reconhecidos. Foram usados pelos maquiavélicos cicloativistas que querem dominar o mundo. Vai ver é isso.

Isto é pra quem realmente tem algo a dizer. A Bicicletada é arte, é política e não tem chefe e nem organizador. Sacou?

Matéria que saiu na Gazeta do Povo de 26/09.
Atores nus dizem que “foram usados”
Pela segunda vez em menos de uma semana, Curitiba tem protesto feito por pessoas sem roupa

Pela segunda vez em uma semana, Curitiba viu pessoas tirarem a roupa em praça pública para realizar protestos. A primeira manifestação de nudismo aconteceu na segunda-feira, no Dia Mundial sem Carro. Integrantes do movimento Bicicletada ficaram pelados para protestar contra a “Sociedade do Automóvel”. Ontem, no Juvevê, um grupo de atores tirou a roupa para protestar contra as atitudes da própria Bicicletada.

Os três atores do grupo de teatro Oxx – Angelo Cruz, Yara Barros e Renata Silveira – disseram ter participado, sem roupa, da Bicicletada. Depois, porém, não teriam recebido crédito pelo seu trabalho durante as entrevistas dos ciclistas. “Fomos boicotados”, disse Angelo. Para protestar, o trio ficou nu, novamente, em outro evento da Bicicletada, marcado para ontem à noite na Praça Vivian Calopresso Braga, no bairro Juvevê.

Na praça, populares da região, ciclistas e curiosos que estavam assistindo à performance de uma banda foram surpreendidos pelos atores. Nus, eles disseram que foram usados pelo movimento. “A nossa participação estava no roteiro da Bicicletada. Não somos contra a campanha deles. Mas somos contra as pessoas usarem nossos corpos para chamar a atenção da mídia sem ter reconhecido o nosso trabalho”, afirmou Angelo, ao microfone.

Renata contou que ficou completamente nua durante a Bicicletada como forma de representar a plasticidade da arte. “O nosso objetivo era dizer para a população: ‘Sinta o ar, saia da casca”, e não apenas pedir para trocarem o carro pela bicicleta”, afirmou. “Os ciclistas disseram que ficaram nus por impulso. Mas os dois que tiraram a roupa só fizeram depois da nossa iniciativa”, disse Yara.

Para os integrantes do movimento Bicicletada, a atitude do grupo de teatro na praça foi lamentável. “A pessoa que participa do passeio ciclístico faz o que quiser. Pode ir fantasiado, vestido de palhaço, de peruca ou pelado. O importante é o movimento e não quem ficou ou não ficou sem roupa. Não entendi a atitude deles, mas somos democráticos”, disse Jorge Brand, um dos representantes do movimento.

Anúncios

19 comentários sobre “Atores nus dizem que “foram usados”!

  1. goura disse:

    Comentário do Gunnar:

    Foi nojento o que as crianças que se dizem artistas fizeram no intervalo entre as apresentações, ontem.

    Pela segunda vez, usaram a atenção que a bicicletada conseguiu da mídia para se aproveitar e tentar aparecer. Só mesmo colocando o nome do “grupinho de arte” ao lado do pipi, num evento que nada tem a ver com a paçoca, na frente de câmeras que estavam lá pra registrar outra coisa …

    Pior: usando a velha máxima leninista “acuse-os do que você faz”, ainda posaram de vítimas.

    Não sou do INTERLUX, não sou da bicicletada, não pertenço a grupo nenhum e não organizei nada. Sou só um cidadão revoltado com crianças mimadas que fazem coisas muito feias.

    Tá aqui o meu nome e meu e-mail. Venham falar comigo e lhes mostrarei pessoalmente meus argumentos

    Curtir

    • marcos gomes da fonseca disse:

      OI GUNNAR EU QUERO SABER PORQUE O SER HUMANO RECLAMA DE TUDO POIS EU ADORO VER OS CICLISTAS NUS SEM ROUPA NAO VEJO NADA DE MAIS DEUS NAO AGRADOU A TODOS O SER HUMANO NUNCA ESTAR SASTIFEITO COM NADA DEUS É MAIS ME DAR UMA TESAO QUANDO EU VEJO OS CICLISTAS PELADOS ELES ESTAO NA PRAIA DE NUDISMO OK GUNNAR DE MARCOS GOMES DE RECIFE-PE

      Curtir

  2. Rodrigo disse:

    bom, eu já estava achando que o negócio da nudez tinha ficado muito maior nas lentes da grande mídia do que na realidade. não só pela proporção de pessoas que tiraram a roupa em relação ao número de pessoas pedalando, mas principalmente porque a nudez, pra mim, seria apenas uma das performances, uma das demonstrações que aconteceram ao longo de todo o dia 22. é uma demonstração como parar uma rua, pintar o asfalto, apitar, etc., mas o problema (digamos assim) é que quando voce pinta o asfalto a atenção não está voltada para a tinta, mas para o que foi pintado. quando voce apita, a atenção não é voltada para o apito, mas para o que ele quer chamar a atenção. eu acho que ficar nu acaba chamando mais atenção para o corpo do que para a bicicleta… ainda mais quando embaixo do corpo tem um ego deste tamanho querendo aparecer.

    Curtir

  3. chega_de_gazetas_nisso disse:

    o problema raiz da questão é essa mídia corporativa sendo convidada (ou se convidando?) pra ter pauta pra vender seu jornaleco de merda e seus anúncios. deviam ser escurraçados, daí o troço ficava sendo documentado só por quem não tem interesses comerciais nessas “notícias”…

    fui ontem lá na praça e me senti totalmente impossibilitado de qualquer espontaneidade pela presença daquelas camêras gigantescas e caras da mídia “oficial” fazendo seu “trabalho”. Eles não tão nem aí e vão jogar um contra os outros até destruirem tudo, como sempre.

    A culpa dos pelados mas também do excesso de neutralidade de vocês que não se recusando a dar entrevistas à eles criam esse tipo de possibilidade… o fato é que como ja previsto em qualquer crítica à sociedade do espetáculo, isso tudo esta prestes a ser digerido, mastigado e cuspido como convier aos mantenedores deste status quo.

    Jornalistinhas: vão cobrir a eleição já ganha por vosso playboy e não encham o saco.

    Curtir

  4. Carolina disse:

    No fundo é bem bom que isso tenha acontecido. Agora a gente sabe que uma ação que no primeiro dia pareceu generosa era na verdade exibicionista. Ficou claro que a ideologia presente na ação Bicicletada não tem nada a ver com os três membros da Oxx que reinvindicam que seus nomes se façam presentes. Sujiro a eles que criem eventos para seu próprio movimento, que fiquem nus na Rua XV, no shopping Muller, na praça que quiserem, sobre suas bicicletas ou não. Mas que não desviem o assunto para seus corpos dentro do movimento Bicicletada que não tem nada a compartilhar das suas ideologias individualistas. Acho inclusive que a atitude de tirar a roupa simplesmente não livra ninguém das suas armaduras e “cascas”. O ato de se despir é muito mais do que isso. Muito bem, “Yaras”, “Angelos” e “Renatas”, vão procurar a sua turma!

    Curtir

  5. saiu no forum disse:

    Comentário do Cooper:

    “Ainda prentendo escrever um texto bem elaborado sobre o que aconteceu ontem (25/09/2008)… Mas o que ví foi algumas pessoas se aproveitando da Bicicletada para aparecer. E nada disso está soando bem para mim. Pois por uma coincidência a mídia já estava lá, e também “essas pessoas” é claro. E o estranho foi que na Bicicletada do dia 22 a mídia também estava cobrindo.

    Eu não ligo para nudez, gosto, e como já disseram, nasci pelado. Mas não acho correto utilizar de um movimento para virar estrelinha de jornal.

    Não fiquei até o final do discurso por que não compactuo com esse tipo de atitude “celebridade”.

    Gunnar, por favor não interprete mal, não é nenhuma indireta para ti, ok? Você é um cara que respeito muito, tem opnião e atitude.

    Se eu estiver errado, por favor me corrijam, mas é essa impressão que tenho.”

    Curtir

  6. saiu no forum disse:

    Comentário do PauloR2

    “É, o ato se tornou mais importante que o propósito do mesmo.

    Fiquei indignado com a matéria de hoje na Gazeta do Povo, e uma palavra me deixou revoltado: crédito!

    Alguém que faz alguma coisa pensando apenas no crédito já não merece meu respeito. Disvirtuam um protesto nobre em benefício próprio.”

    Curtir

  7. saiu no forum disse:

    Comentário da Rachel F

    “É difícil, num grande grupo de pessoas, num grande movimento, não ter pessoas que aproveitem o momento para benefício próprio. Sempre terá pessoas de má índole…
    O importante é saber do verdadeiro propósito dessa luta.”

    Curtir

  8. saiu no forum disse:

    Comentário do Chihuahua:

    “Também achei ridicúlo o que fizeram no musica para sair do carro ontem. Estive em todas as apresentações e achei super bacana o evento, a inciativa, a ocupação do espaço, e como moro na região, posso dizer que o pessoal que mora por ali também gostou, mais não posso dizer o mesmo de ontem.

    Também preferi sair, voltei só no final, pois não concordo com esse tipo de atitude e não considero isso como liberdade de expressão.

    Gostaria de usar esse espaço para parabenizar o nosso amigo Antonio Ramos Neto, pois o som estava de PRIMEIRÍSSIMA qualidade. Pena não ter ouvido tudo, mais gostaria de ser informado se futuramente fizerem alguma apresentação/show. (…)”

    Curtir

  9. saiu no forum disse:

    Comentário do André Luiz:

    “Que palhaçada, falam como se alguém tivesse contratado esses malas pra ficarem nus. Ficaram por que quiseram. O Goura mandou bem na resposta, o importante é o movimento e naum que ficou ou naum nú.”

    Curtir

  10. saiu no forum disse:

    Comentário do Divo Maia:

    “Foi absurda e ridícula a atitude dos caretas carentes.

    Não sou contra nudez, nem mesmo a gratuíta. Mas absolutamente contra ser usado pra causas que eu não conheço.

    Em prol da bicicleta e da mobilidade limpa sempre fiz ativismo, mesmo antes de participar diretamente com a bicicletada.”

    Curtir

  11. franceis disse:

    sabe quando você sente uma ligeira grande vergonha pelas pessoas que estão no palco se apresentando…também lembrou-me os tempos que eu estava na 6a série C, a mais popular do colégio. desnecessário, atravessado e sem fundamento o gesto do grupo, plásticos do corpo, na última edição da música para sair do carro. se tirar a roupa e dar um sorriso for uma super performance planejada então eu não sabia que fazia todos os dias antes de tomar banho. quer sair na foto vai correr pelada na praia. seria até plasticamente menos recorrente. sorte a todos e um abraço aos amigos da bicicletada e suas verdadeiras causas coletivas.

    Curtir

  12. rosenba disse:

    sinto envolvido no furduncio.
    a yara no final de agosto fez a proposta para realizar no dia 22 o manifesto OXX, no qual iria pedalar pelada. o texto do manifesto foi para o cartaz, como ela havia me passado. no dia marcado o grupo iniciou a performance, outros integrantes do movimento tambem se despiram ( eu cheguei atrasado, talvez eu tambem iria me pelar).
    – internamente ninguem achou nada de mais ficar peladao!
    -a imprensa fez um estardalhaço enorme, que não havia feito durante o mÊs interiro que estivemos realizando ações entorno da bicicleta.
    – os artistas do grupo oXX cairam de paraquedas no caldeirão da bicicletada, e quiseram levantar bandeirinhas escritas com seus nomes, iguais aquelas que os cabos eleitorais agitam pelas esquinas. e como diz meu amigo jaime atiram em seus propiros pés, quando publicaram aquela encenação na quinta feira afirmando que foram usadas e promovendo a identidade do coletivo.
    -depois a yara me revelou que exagerou um pouco, agora é tarde mana.!
    -mas, essa existência , é para aprender…

    Curtir

  13. Pingback: Blog Archive «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s