Ruas com Vida

“Os que participam de levantes invariavelmente notam seus aspectos festivos, mesmo em meio à luta armada, perigo e risco. O levante é como um bacanal que escapou (ou foi forçado a desaparecer) de seu intervalo intercalado e agora esta livre para aparecer em qualquer lugar ou a qualquer hora.” (TAZ)

“A Revolução fechou-se mas a possibilidade do levante esta aberta. Por ora, concentramos nossas forças em ‘irrupções’ temporarias, evitando enredamentos com ‘soluções permanentes’.”  (TAZ)

“Um meio de assalto para mudar a sociedade, influenciando os homens e obrigando-os a abandonar qualquer rotina.” (Provos)

Os dados objetivos seriam: Cerca de 100 pessoas participaram diretamente (estavam efetivamente presentes) e algumas milhares indiretamente (passaram dentro de carros e ônibus) de uma grande celebração da rua através da musica, do encontro fortuito, da alegria de transitar de bicicleta, e da possibilidade de podermos imaginar uma vida mais livre.

Mas Como é dificil fazer o curitibano sair do carro! O ArtE BikE MoB segue adiante.

“O alegre provotariado, quando brinca, tem de fazê-lo de modo desembaraçado. Mas tem de ser um jogo que, permanecendo como tal, tenha o aspecto de uma luta muito inteligente, baseada em conceitos revolucionarios.” (Provos)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s